6135 fans     1567 seguidores     43 seguidores - Club Adiante - Dirixe: Xosé Manuel Lema [Contacto]
Ingenieria Rodríguez
Adiante Última Hora
  • Cargando las noticias de última hora...Cargando las noticias de última hora...

Luís Martínez Risco

Luís Martínez Risco

Luís Martínez-Risco Daviña,nasce em Santiago de Compostela. Doutor em História pela USC e Professor de Ensino Secundário em Ourense.

Em defensa do plurilinguismo científico.E não científico?

Publicada: 31/05/2016

Aumentar texto Disminuir texto Reiniciar texto
0
0
0

Email Google+ Pinterest WhatsApp Menéame Chuza! Cabozo

Tempo de lectura: 5 minutos e 5 segundos.

Envia um amigo o seguinte manifesto em seis Línguas, traduzido e assinado por outros tantos investigadores: José Remesal Rodríguez (espanhol), Giulia Baratta (alemã), Silvia Chiodi, (italiana), Simon J. Keay (inglês), Yann Le Bohec (francês) e José d’Encarnação (português). O objectivo final da campanha é exigir das autoridades europeias:

1) Que no âmbito científico se mantenha a liberdade de expressão de cada um na sua própria língua, como garantia de exactidão na manifestação dos seus própriospensamentos.

2) Que os administradores da ciência na União Europeia não imponham umaúnica língua aquando da solicitação de projectos científicos, pondo em inferioridade de condições a todos aqueles que a não têm como língua materna.

Concordo cento por cento. A universaidade da ciência não tem necessariamente que ter gerido em um único idioma. E a universalidade, mais universal ainda, dos idiomas não científicos precisam, ainda mais, de uma defesa mais contudente. 

Às vezes, mais do que é necessário, recorremos a argumentários economicistas para justificar o uso, ou não uso, de um determinado idioma, de uma determinada norma. Argumeno que feito à inversa, traz ante mim o romance, maravilhosa jóia de humor británico, Three Men on the Bummel na que os mesmos protagonistas de Three Men in a Boat, planifican uma viagem à Alemanha sem necessidade de eles falarem o alemão já que a libra,... Nos tempos da rainha Vitoria a libra era a libra.

E fico encantado e maravilhado de observar que um inglês, uma alemã, uma italiana, um porttuguês, um francês e junto todos eles um espanhol, sim um espanhol, reclaman: Que no âmbito científico se mantenha a liberdade de expressão de cada um na sua própria língua, como garantia de exactidão na manifestação dos seus própriospensamentos.

Contem todos eles com a minha manifesta e sincera solidariedade.

Ora bem, quando se trata e pensamentos, e mais que pensamentos, sentimentos. Que opinam eles? Quando os cidadãos de estados que negam  o rango de oficial a idiomas falados por milhões de pessoas que vem minus-valorizada a forma de expressão da sua cultura, do seu sentimento, da sua maneira de dizer como é que um vê mundo e vive em el. Que é o que estas mulheres e homens da ciéncia opinam?

Falam da importância da lingua materna. E falam dentro do ámbito da comunidade científica em que todos eles, um supõe, dominam os idiomas científicos. Pensemos em que pode significar que esse reconhecimento para o nosso idoma já desde a escola. E que não seja só coisa de galegos. Que esse reconhocimento seja a nivel da U.E.? Fantástico. Trementada autoestima para as crianças. E medrar em uma sociedade em que a tua cultura, o teu idoma é reconhecida como igual, seja na ciência seja na alma, deve de ser... Os que coma mim, de crianças foram educados na negação do que somos, entendem bem o que estou a dizer.

Se queres podes deixar un comentario sobre esta opinión no Facebook:

Pódeche interesar...

Antipopulistas, populistas e loita de elites

Álvaro Rodríguez

O concepto de populismo sempre foi usado como un adxectivo  peyorativo,  e excepcionalmente como un substantivo.  A excepción esta en os  Naródnik,  que deron lugar ao primeiro partido revolucionario ruso: «A Vontade do Pobo» (en ruso:  Naródnaya  Volya). Máis sempre o termo populista foi utilizado como unha inxuria polo poder establecido desde o século  XIX, o poder liberal.  Foi o sociólogo  Pareto quen no século  XX analizou a política como unha loita entre elites que …

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Análise política da UE e o papel do Reino de España

Álvaro Rodríguez

Non existe unanimidade sobre a natureza política da UE. No presente artigo pretendemos expoñer  a visión defendida por certos pensadores, que é diferente á divulgada polos medios de comunicación dominantes. Os  autores que citamos e expoñemos o seu pensamento en relación á UE,  son  da dereita e esquerda, españois e estranxeiros,   e iso a través de estudos, ensaios e artigos  publicados nos últimos 15 anos.  Especialistas no pensamento e a historia contemporánea de Europ…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

O gran engano: propaganda e mentira do globalismo.A realidade galega

Álvaro Rodríguez

O presente estudo pretende aclarar ideas e conceptos sobre o  globalismo que está a arrasar a economía e sociedade galega. E iso desde o radicalismo democrático contra a gran mentira hexemónica.  O engano ou a mentira fan miles de anos que esta estudado e é usado na arte da política e da guerra. Escribía  Sun  Tse que “a arte da guerra é a arte do engano; se adoptamos sempre unha aparencia contraria ao que somos, aumentamos as nosas oportunidades de vitoria”. (Sun  Tse. A art…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Noticias sobre A Costa da Morte, as suas comarcas e os seus concellos: Bergantiños, Soneira, Camariñas, Carballo, Cee, Corcubión, Dumbría, Fisterra, Muxía, Vimianzo, Santa Comba e Zas.
Opinión
Autos Xallas
Feira de Outono Santa Comba 2019
SAT Busto Corzon Mazaricos
Concello de Dumbría
Concello de Mazaricos
En breves

Adiante TV

Opinión

Antipopulistas, populistas e loita de elites

Álvaro Rodríguez

O concepto de populismo sempre foi usado como un adxectivo  peyorativo,  e excepcionalmente como un substantivo.  A excepción esta en os  Naródn…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Análise política da UE e o papel do Reino de España

Álvaro Rodríguez

Non existe unanimidade sobre a natureza política da UE. No presente artigo pretendemos expoñer  a visión defendida por certos pensadores, que é d…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

O gran engano: propaganda e mentira do globalismo.A realidade galega

Álvaro Rodríguez

O presente estudo pretende aclarar ideas e conceptos sobre o  globalismo que está a arrasar a economía e sociedade galega. E iso desde o radicalism…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Conversas na Encrucillada

Usamos cookies propias e de terceiros para mostrar publicidade personalizada segundo a súa navegación. Se continua navegando consideramos que acepta o uso de cookies. OK Máis información