5168 fans     1468 seguidores     43 seguidores - Club Adiante - Dirixe: Xosé Manuel Lema [Contacto]

Daniel Lago

Daniel Lago

Vigo(1979). Licenciado em Ciências Políticas pela USC. Secretario de programas e estudos políticos da Executiva Nacional de Compromiso por Galicia CxG.

Uma UE pan-eslavista ou uma Russia pan-europeia?

Publicada: 30/11/2017

Aumentar texto Disminuir texto Reiniciar texto
0
2
0

Email Google+ Pinterest WhatsApp Menéame Chuza! Cabozo

Tempo de lectura: 5 minutos e 50 segundos.

A UE, chegou a um ponto, onde abandonou toda esperança e está a deixar-se ir. A UE está chegando a uma grande parada de não mudar o ritmo cara uma reformulação em 2020. Ou quando menos isso é o que está a semelhar e a indicar-se a cada novo dia. A desagregação da UE é uma possibilidade que agradaria em muito ao Putin e aos seus interesses de recuperar o pan-eslavismo. Neste momento, muitos são os indicadores, que insistem, na via da fim da UE como projeto e espaço de democracia e segurança comum para os europeus. Uma UE muito mais fraca e muito mais frágil. Uma Rússia e uma China a vascular o modelo económico e social de globalização cara o seu modelo de autocracia.

É fundamental nesta altura ir afirmar um pilar social para a construção europeia. É fundamental para exprimir uma UE com uma ambição clara cara uma cidadania que viva com dignidade. Neste andar do mundo é crucial para recuperar o caminho da construção europeia a implantação de um pilar social frente o dumping social de outras economias onde não existem nem estas garantias sociais, nem outras muitas de convénios coletivos, de proteção social, de legislação ambiental ou de condições dignas de trabalho. Isto no fundo é o que estamos a jogarmos com o sucesso ou a queda da UE.

Temos que ir cara uma UE da cidadania europeia, na base de uma Europa dos povos e de um pilar social que priorize a luta contra a exclusão social e a pobreza. Isto, num futuro tornar-se-á de cada vez mais difícil num mundo onde a governação progressista está a deixar passo a um contexto que deixa para fora qualquer um destes parâmetros.  

Para além disto, de cada vez olhamos um cenário mais complexo, onde, por exemplo hoje já é possível, se Moscovo acreditar, uma operação militar nas fronteiras da Rússia com os estados bálticos, na fim de assegurar o seu controlo sobre o subministro energético, por um exemplo, dentro da política de alongamento russa cara a Europa. O Putin não terá travão para estabelecer uma esfera de influência russa muito mais perto da Alemanha, ao tempo que sinalizaria, de facto, o papel da NATO como o brinquedo roto do Trump. A um ano da presidência o trumpismo entende o seu papel internacional subsidiário e marca  claramente este novo papel de incertidão dos EUA no plano das relações internacionais. A UE avançou a criação de um exercito europeu baixo um único mando, porém, fica todavia o projeto numa das gavetas do alto mando militar.

Neste sentido a última gira do presidente Trump pela China e o Vietname e as Filipinas deita sobre nós este novo cenário mundial, onde a China dominará o discurso nas próximas décadas.

Na mesma, olhamos uma viragem pan-eslavista do espaço da Europa oriental, a Bulgária e a Moldávia vêm de escolher o caminho que guia cara Moscovo diretamente. Na Turquia já assinalaram claramente a sua vontade de deixar de lado qualquer proximidade para a UE, e o Erdogan está a caminhar sem máscara por uma deriva fascista que já apoiou nesse triângulo geográfico das “pipelines” entre o Irão, a Turquia e a Rússia para o apoio da nova rota da seda, esse OBOR, que marca a expansão chinesa ao longo do “heartland” geopolítico da Euroásia.

Se queres podes deixar un comentario sobre esta opinión no Facebook:

Pódeche interesar...

Galeguistas e nacionalistas no 25 de xullo

Xosé González Martínez

Está rulando polas redes sociais un novo anuncio publicitario chamando ao consumo de produtos galegos etiquetados no noso idioma. Unha creación de Pio García Audiovisuais, S.L. para o Foro Peinador - Irmandade Galega de Agroalimentarios e Adegueiros co patrocinio da Secretaría Xeral de Política Lingüística que en pouco menos de corenta e oito horas acadou máis de oito mil reproducións. Pódese visionar na páxina www.galeguizargalicia.com   A mensaxe do anuncio baséase na eviden…

Xosé González Martínez
Ler máis

Crónica da II Restauración.A UMG celebra o seu XVII Congreso.¿Berlín ou Tailandia?

Álvaro Rodríguez

A organización xuvenil  UMG, mocidades da  UPG, organización hexemónica do nacionalismo galego, celebrou o sábado 7 de xullo de 2018 o seu  XVII congreso nacional na cidade  de Pontevedra. O título do Congreso era  “Organizando a revolución, liberando a Patria  Galega”.  Procederon á elección do seu Secretario Nacional, e fixaron como as próximas liñas de actuación fortalecer Galiza  Nova,  o BNG, e en especial concentrar a súa actuación no ámbito estudantil galego a t…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Crónica da II Restauración: Borrell “O xeneroso”

Álvaro Rodríguez

O  ministro de Asuntos Exteriores, Unión Europea e Cooperación, Josep Borrell,  o novo, e o mesmo de sempre, o que foi concelleiro en  Majadahonda  e  xefe de Facenda da Deputación de Madrid, ata 1983.  O  secretario de Estado de Orzamento e Gasto Público do Ministerio de Economía e Facenda, de 1984 a 1991, o  ministro de Obras Públicas, Transportes e Medio Ambiente desde 1991  a 1996,    o Presidente do Parlamento Europeo,  desde  xullo de 2004 ata 2007,  obtendo 388 votos g…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Noticias sobre A Costa da Morte, as suas comarcas e os seus concellos: Bergantiños, Soneira, Camariñas, Carballo, Cee, Corcubión, Dumbría, Fisterra, Muxía, Vimianzo, Santa Comba e Zas.
Opinión
Enova Energia
Festa Carballeira Zas 2018
Día de Galicia 25 de Julio de 2018
Ruta CH Santa Comba 2018
Autos Xallas
Concello de Coristanco
El candidato ganador: Cómo organizar campañas electorales para ganar unas elecciones (Marketing Político)
KNM Abogados
Concello da Laracha
Concello de Mazaricos
En breves

Adiante TV

Opinión

Galeguistas e nacionalistas no 25 de xullo

Xosé González Martínez

Está rulando polas redes sociais un novo anuncio publicitario chamando ao consumo de produtos galegos etiquetados no noso idioma. Unha creación de P…

Xosé González Martínez
Ler máis

Crónica da II Restauración.A UMG celebra o seu XVII Congreso.¿Berlín ou Tailandia?

Álvaro Rodríguez

A organización xuvenil  UMG, mocidades da  UPG, organización hexemónica do nacionalismo galego, celebrou o sábado 7 de xullo de 2018 o seu  XVI…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Crónica da II Restauración: Borrell “O xeneroso”

Álvaro Rodríguez

O  ministro de Asuntos Exteriores, Unión Europea e Cooperación, Josep Borrell,  o novo, e o mesmo de sempre, o que foi concelleiro en  Majadahond…

Álvaro Rodríguez
Ler máis

Conversas na Encrucillada

Usamos cookies propias e de terceiros para mostrar publicidade personalizada segundo a súa navegación. Se continua navegando consideramos que acepta o uso de cookies. OK Máis información