3840 fans     1287 seguidores     39 seguidores - Club Adiante - Dirixe: Xosé Manuel Lema [Contacto]

Daniel Lago

Daniel Lago

Nado em Vigo, no 1979. Licenciado em Ciências Políticas pela USC (1998-2003) especialidade em estudos políticos e relações internacionais. Cursou Estudos Europeus na Universidade Moderna de Porto. Empresário do sector financeiro e da gestão de riscos e a protecção financeira. Secretario de programas e estudos políticos da Executiva Nacional de Compromisso por Galiza. Membro do Conselho Nacional e Secretario Local de CxG em Vigo.

HEREXE!! HEREXE!!

Publicada: 13/10/2016

Aumentar texto Disminuir texto Reiniciar texto
0
4
0

Email Google+ Pinterest WhatsApp Menéame Chuza! Cabozo

Tempo de lectura: 5 minutos e 6 segundos.

Nas mais das heresias há uma forte união entre a teoria e a praxe. Além disto, que parece repetir-se ao longo das representações sociais ao longo da historia, as mais das heresias começam sendo minoritárias; tendo como ponto forte para influir nas maiorias, unicamente a força de uma forte coerência, não só discursiva, como também na sua prática. 

A criação do corpo teórico e a base ideológica, articula a integração e a potencia mesma, do que em principio é uma alternativa minoritária, e que podemos dar em chamar de heresia; já que afasta da norma e do sentir maioritário do grupo. Estamos a falar do que muitos psicólogos sociais chamam principio de coerência.

Este principio, enunciado por múltiplos autores como Moscovici, também tem o nome de principio de compromisso. A força e a influencia sobre o poder de uma opção minoritária está na sua coerência e no seu compromisso como ferramenta para ir trasladando a sua representatividade social e política nas diversas esferas de poder. E nestas que chegamos a onde queríamos chegar. O principio de compromisso e o seu reinicio. Este processo de cambio organizacional, que já tem fixado uma data para Janeiro de 2017. O II Congresso  tem que ser referido como uma oportunidade para ancorarem definitivamente o nosso corpo teórico entorno aos conceitos de social-democracia, progressismo, galeguismo e europeismo; e no tempo tem que ser referido também para a integração funcional definitiva da nossa representação social.

Desde este ponto de reinicio, temos pois que ir definindo mais as formas e as nossas sombras organizativas, desde o corpo nu ideológico que já amossamos e na praxe política onde lideramos governos. Já que logo, o nosso reinicio, tem que girar cara uma nova estruturação da organização, tanto no nível territorial; adaptando a estrutura territorial ao nosso discurso político: como no funcional; adquirindo órgãos  de representação política pública e órgãos de representatividade política interna. Não falamos pois num reinicio do corpo ideológico, falamos dum reinicio do corpo orgânico.

Os 4030 votos do 25-S, merecidos ou imerecidos, são a base do novo espaço para a criação de um partido nacional galego nas melhores das tradições políticas de muitas das nações sem estado da Europa; o nosso reflexo está em partidos de governo como o SNP (Scottish National Party) ou o EAJ-PNV; com modelos de governança globais desde umas propostas realistas e de melhora das condições de vida da gente que habita nestes países, dentro de um modelo de progresso economicamente e socialmente sustentável.

O nosso devalar estratégico segue a ser conferir um espaço maioritário e de governabilidade no sistema de partidos políticos galego. O nosso objectivo é achegar as políticas públicas precisas para um novo modelo económico e social que achegue a Galiza aos mais altos níveis de bem-estar e de desenvolvimento humano.

Se queres podes deixar un comentario sobre esta opinión no Facebook:

Pódeche interesar...

Día da patria galega/Día de Galicia, xornada de pedagoxía galeguizadora

Xosé González Martínez

Presenciei moitas veces a mesma escena, aínda que con distintos protagonistas. Rematada a manifestación para reclarmar  protección gobernamental para o agro galego, ou reivindicar postos de traballo, grupos de manifestantes acuden aos bares levando debaixo do brazo bandeiras e pancartas para celebraren o éxito da convocatoria. Pídenlles aos camareiros viños, vermús, cervexas e  “algo para picar”, sen demandaren que sexan produtos galegos etiquetados na nosa lingua. A escena por frec…

Xosé González Martínez
Ler máis

Saiamos a rua a festejar !! Um novo tratado de livre comércio foi un feito!!!

Daniel Lago

Isso seria a lógica mesma, que deveria de funcionar logo da posta em marcha do JEEPA, o acordo de livre comercio entre a UE e o Japão.   Na contra, não olho as massas sair à rua manifestar a sua postura “contra” do acordo, assim como sim acontece com os tratados de livre comercio com o Canadá ou com EUA. Como sempre, deve ser que os maus não serão realmente os acordos de livre comercio, serão os acordos de livre comercio com os EUA ou com o Canadá. É por isso, que a gente fi…

Daniel Lago
Ler máis

I +D + I + G

Xosé González Martínez

En certa ocasión fun levado a coñecer unha Escola de Negocios dunha entidade financieira. O seu director foime amosando as modernas instalación dotadas de todos os medios tecnolóxicos. Sentíase fachendoso porque cada aula levaba o nome dun coñecido economista.   Pregunteille porque non había ningunha dedicada a un galego. Non soubo que contestarme. Pedínlle información sobre os cursos que se impartían na Escola e nos temarios editados cun lustroso deseño non atopei ningunha ref…

Xosé González Martínez
Ler máis

Noticias sobre A Costa da Morte, as suas comarcas e os seus concellos: Bergantiños, Soneira, Camariñas, Carballo, Cee, Corcubión, Dumbría, Fisterra, Muxía, Vimianzo, Santa Comba e Zas.
Opinión
Día de Galicia - 25 Julio 2017
Enova Energia
Festival da Luz Gadis 2017
KNM Abogados
Verán Xalleiro 2017
Costa Artabra
OndaHit
Auto Xallas 2017
Concello da Laracha
Concello de Mazaricos
En breves

Adiante TV

Opinión

Día da patria galega/Día de Galicia, xornada de pedagoxía galeguizadora

Xosé González Martínez

Presenciei moitas veces a mesma escena, aínda que con distintos protagonistas. Rematada a manifestación para reclarmar  protección gobernamental p…

Xosé González Martínez
Ler máis

Saiamos a rua a festejar !! Um novo tratado de livre comércio foi un feito!!!

Daniel Lago

Isso seria a lógica mesma, que deveria de funcionar logo da posta em marcha do JEEPA, o acordo de livre comercio entre a UE e o Japão.   Na c…

Daniel Lago
Ler máis

I +D + I + G

Xosé González Martínez

En certa ocasión fun levado a coñecer unha Escola de Negocios dunha entidade financieira. O seu director foime amosando as modernas instalación dot…

Xosé González Martínez
Ler máis

Conversas na Encrucillada

Usamos cookies propias e de terceiros para mostrar publicidade personalizada segundo a súa navegación. Se continua navegando consideramos que acepta o uso de cookies. OK Máis información