3135 fans     1121 seguidores     38 seguidores - Club Adiante - Dirixe: Xosé Manuel Lema [Contacto]
Ingenieria Rodríguez

Daniel Lago

Daniel Lago

Nado en Vigo, en 1979.Licenciado em CC. políticas pela USC (1998-2003) especialidade em estudos políticos e relações internacionais.Especialidade Estudos Europeus na Universidade Moderna de Porto.Empresario do sector financeiro e da gestão de riscos e a proteção financeira.Membro do CPN de Compromiso por Galicia 

Cuidado com o que vocé deseja

Publicada: 27/05/2016

Aumentar texto Disminuir texto Reiniciar texto
0
0
0

Email Google+ Pinterest Menéame Chuza! Cabozo

Tempo de lectura: 6 minutos e 45 segundos.

Estava eu lendo diversos artigos sobre a situação do mundo, em geral, e das relações internacionais, em particular, quando chamou poderosamente a minha atenção um titular: “Cuidado com o que você deseja: a Rússia está pronta para a guerra”. Não reparei num primeiro momento, mas fiquei a dar voltas na cabeça a uma frase de tão forte impacto. Que estranha mensagem ocultava? Onde é que estava a força destas palavras? Se o titular fora unicamente “A Rússia está pronta para a guerra”, certamente, não teriam mais do valor informativo da mesma frase como titular. Porém, não chega, com a mesma profundidade, a fixar-se na cabeça. Ao cabo, todos estamos prontos para uma guerra, melhor ou pior; mas preparados. 

Cuidado com o que você deseja!! Tem que ser essa a força do titular, tem que ser essa a parte que afixa na mente a notícia e fez que certa inquietude transcorra pelo corpo adentro. Nunca um dito fora mais definitório, do que no novo cenário internacional, está a decorrer.

Se bem, um, agora, tem costumes cibernéticas, e uma delas é usar o explorador das coisas, como quem procurava, antes da chegada da Internet, nas enciclopédias, para ver  que nos contavam das coisas. E a minha surpresa adquiriu tintas de tragédia!! A tal frase, usada, aparentemente, sem maior profundidade, num titular do noticiário da “Rusia Today”; resulta que é um antigo proverbio chinês!!! 

Num momento todo foram “1” e “0” no meu pensamento, milhares de dados por segundo transferiam de uma célula cerebral a outra. Poderia ser, que o mesmo titular, transcendia e com muito, ao próprio conteúdo da notícia. A notícia, realmente, não era mais que outra de tantas onde os “informadores-sicarios” de Putin, ameaçam verbalmente à UE e advertem do seu enorme potencial militar, que daria para invadir os países do leste europeu em perto de 60 horas.

A hipótese era clara, toda uma declaração de intenções, para um novo sistema de relações internacionais no que estamos a entrar no S. XXI. A China, com a sua “sabedoria ancestral”, tem desenhado um plano para ser a nova super-potencia hegemónica no mundo; e a Rússia, é quem lhe anda a desenhar  e a entregar as armas. E a mensagem mesma serve de advertência para todos os livre-pensantes: tenham cuidado com o que vocês desejam!! A censura da liberdade de expressão, a censura da liberdade de prensa, a censura da Internet,... é isso o que vocês estão a desejarem? Correcto. Pois se vocês não estão a desejar isto, são vocês que têm um problema. Tanto na China, como na Rússia, há muitas coisas com as que há que ter muito cuidado se as desejas. Também em muitas das petro-monarquias do Oriente Médio e nos mais dos estado falidos do sul do Saara, as liberdades e os direitos humanos parecem seguir esta mesma dinâmica de advertência:”cuidado com o que você deseja”.  

Entra dentro da hipótese do carácter chinês, que vai ter, o novo pólo mundial; com o seu poder económico, militar e político. Um carácter, marcadamente chinês no político, onde o Partido Comunista da China, não vai abraçar nenhum tipo de abertura política, no que respeita ao seu sistema autoritário, e vai seguir os ditados do Comité Central do PCCh. Um carácter, marcadamente chinês no militar, onde a China já estabeleceu a sua primeira base militar, fora do seu território, em Djibouti, porta ao Canal de Suez e ao 40% do trânsito marítimo mundial, situada ao sul do Mar Vermelho. E um marcado carácter chinês, no económico, onde a estratégia é um neo-colonialismo chinês e a táctica uma nova rota da seda.

Pois já sabem vocês, tenham cuidado com o que desejam; não vai a ser o conto e comecem uma guerra.

Se queres podes deixar un comentario sobre esta opinión no Facebook:

Pódeche interesar...

O estigma das mulleres

Natalia Lema Otero

Multitudinarias manifestacións a prol dos dereitos irrefutables das mulleres sacoden as rúas dos Estados Unidos e das principais cidades do mundo no día de hoxe. Unhas mulleres que claman polos seus dereitos.     Pero o país conta con moitos antecedentes neste ámbito, dende o movemento sufraxista ata as protestas dos anos 60. Mentres pensaba nos paralelismos e precedentes históricos  que hai nos Estados Unidos véuseme a cabeza unha muller pouco coñecida: Sarah Joseph Hale. Qu…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Poñamos que falo de Xoán Bascuas

Xosé Manuel Lema Mouzo

Xoán Bascuas deixou a secretaría xeral de Compromiso por Galicia esta fin de semana, cedendo a testemuña a Juan Carlos Piñeiro Docampo, que ten o reto de seguir cicelando a grande rocha dun galeguismo cheo de historia pero sen un referente moderado con certa relevancia no país.   O traballo de Bascuas queda aí, cubrindo a etapa inicial dun proxecto. Dunha gamela que tivo unha singradura complexa, batendo con mareas bravas e duros golpes de mar.   Pero o esforzo do político d…

Xosé Manuel Lema Mouzo
Ler máis

Un novo modelo de empresa?

Natalia Lema Otero

Din os expertos ou mesmo os tecnócratas máis asentados neste eido que nos encontramos ante unha revolución tecnolóxica. Quizais ese sexa o noso porvir, as xestións e os servizos empezan a facerse por vía telemática e, tal vez, o único que nos falta é implantar este modelo adaptado á empresa. A actividade económica que nos xere beneficios necesita unha renovación posicionada cara os novos tempos, á venta online debería ser o primeiro paso. Todo isto debería ir ligado ao market…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Noticias sobre A Costa da Morte, as suas comarcas e os seus concellos: Bergantiños, Soneira, Camariñas, Carballo, Cee, Corcubión, Dumbría, Fisterra, Muxía, Vimianzo, Santa Comba e Zas.
Opinión
OndaHit
Liga Fútbol Sala Santa Comba
Auto Xallas 2017
Mantido S.L. Construcciones y Obras Públicas
Concello de Dumbría
Concello de Mazaricos
En breves

Adiante TV

Opinión

O estigma das mulleres

Natalia Lema Otero

Multitudinarias manifestacións a prol dos dereitos irrefutables das mulleres sacoden as rúas dos Estados Unidos e das principais cidades do mundo no…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Poñamos que falo de Xoán Bascuas

Xosé Manuel Lema Mouzo

Xoán Bascuas deixou a secretaría xeral de Compromiso por Galicia esta fin de semana, cedendo a testemuña a Juan Carlos Piñeiro Docampo, que ten o …

Xosé Manuel Lema Mouzo
Ler máis

Un novo modelo de empresa?

Natalia Lema Otero

Din os expertos ou mesmo os tecnócratas máis asentados neste eido que nos encontramos ante unha revolución tecnolóxica. Quizais ese sexa o noso po…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Conversas na Encrucillada

Usamos cookies propias e de terceiros para mostrar publicidade personalizada segundo a súa navegación. Se continua navegando consideramos que acepta o uso de cookies. OK Máis información