4176 fans     1340 seguidores     39 seguidores - Club Adiante - Dirixe: Xosé Manuel Lema [Contacto]
Ingenieria Rodríguez

Daniel Lago

Daniel Lago

Nado em Vigo, no 1979. Licenciado em Ciências Políticas pela USC (1998-2003) especialidade em estudos políticos e relações internacionais. Cursou Estudos Europeus na Universidade Moderna de Porto. Empresário do sector financeiro e da gestão de riscos e a protecção financeira. Secretario de programas e estudos políticos da Executiva Nacional de Compromisso por Galiza. Membro do Conselho Nacional e Secretario Local de CxG em Vigo.

Cuidado com o que vocé deseja

Publicada: 27/05/2016

Aumentar texto Disminuir texto Reiniciar texto
0
3
0

Email Google+ Pinterest WhatsApp Menéame Chuza! Cabozo

Tempo de lectura: 6 minutos e 45 segundos.

Estava eu lendo diversos artigos sobre a situação do mundo, em geral, e das relações internacionais, em particular, quando chamou poderosamente a minha atenção um titular: “Cuidado com o que você deseja: a Rússia está pronta para a guerra”. Não reparei num primeiro momento, mas fiquei a dar voltas na cabeça a uma frase de tão forte impacto. Que estranha mensagem ocultava? Onde é que estava a força destas palavras? Se o titular fora unicamente “A Rússia está pronta para a guerra”, certamente, não teriam mais do valor informativo da mesma frase como titular. Porém, não chega, com a mesma profundidade, a fixar-se na cabeça. Ao cabo, todos estamos prontos para uma guerra, melhor ou pior; mas preparados. 

Cuidado com o que você deseja!! Tem que ser essa a força do titular, tem que ser essa a parte que afixa na mente a notícia e fez que certa inquietude transcorra pelo corpo adentro. Nunca um dito fora mais definitório, do que no novo cenário internacional, está a decorrer.

Se bem, um, agora, tem costumes cibernéticas, e uma delas é usar o explorador das coisas, como quem procurava, antes da chegada da Internet, nas enciclopédias, para ver  que nos contavam das coisas. E a minha surpresa adquiriu tintas de tragédia!! A tal frase, usada, aparentemente, sem maior profundidade, num titular do noticiário da “Rusia Today”; resulta que é um antigo proverbio chinês!!! 

Num momento todo foram “1” e “0” no meu pensamento, milhares de dados por segundo transferiam de uma célula cerebral a outra. Poderia ser, que o mesmo titular, transcendia e com muito, ao próprio conteúdo da notícia. A notícia, realmente, não era mais que outra de tantas onde os “informadores-sicarios” de Putin, ameaçam verbalmente à UE e advertem do seu enorme potencial militar, que daria para invadir os países do leste europeu em perto de 60 horas.

A hipótese era clara, toda uma declaração de intenções, para um novo sistema de relações internacionais no que estamos a entrar no S. XXI. A China, com a sua “sabedoria ancestral”, tem desenhado um plano para ser a nova super-potencia hegemónica no mundo; e a Rússia, é quem lhe anda a desenhar  e a entregar as armas. E a mensagem mesma serve de advertência para todos os livre-pensantes: tenham cuidado com o que vocês desejam!! A censura da liberdade de expressão, a censura da liberdade de prensa, a censura da Internet,... é isso o que vocês estão a desejarem? Correcto. Pois se vocês não estão a desejar isto, são vocês que têm um problema. Tanto na China, como na Rússia, há muitas coisas com as que há que ter muito cuidado se as desejas. Também em muitas das petro-monarquias do Oriente Médio e nos mais dos estado falidos do sul do Saara, as liberdades e os direitos humanos parecem seguir esta mesma dinâmica de advertência:”cuidado com o que você deseja”.  

Entra dentro da hipótese do carácter chinês, que vai ter, o novo pólo mundial; com o seu poder económico, militar e político. Um carácter, marcadamente chinês no político, onde o Partido Comunista da China, não vai abraçar nenhum tipo de abertura política, no que respeita ao seu sistema autoritário, e vai seguir os ditados do Comité Central do PCCh. Um carácter, marcadamente chinês no militar, onde a China já estabeleceu a sua primeira base militar, fora do seu território, em Djibouti, porta ao Canal de Suez e ao 40% do trânsito marítimo mundial, situada ao sul do Mar Vermelho. E um marcado carácter chinês, no económico, onde a estratégia é um neo-colonialismo chinês e a táctica uma nova rota da seda.

Pois já sabem vocês, tenham cuidado com o que desejam; não vai a ser o conto e comecem uma guerra.

Se queres podes deixar un comentario sobre esta opinión no Facebook:

Pódeche interesar...

Incendios y oportunistas

Nacho Louro

Sin lugar a dudas lo más triste de esta tragedia medioambiental, es la pérdida de cuatro vidas humanas. Los terroristas ecológicos han sabido aprovechar muy bien las condiciones climatológicas adversas para causar el mayor daño posible. Buscaron el momento propicio aprovechando los efectos del huracán Ophelia. Vientos fuertes de 80-100 km/h, altas temperaturas que en algunos lugares alcanzaban los 30º, una sequía prolongada en el tiempo, baja humedad en el suelo y en el aire, y una activ…

Nacho Louro
Ler máis

Máximas desculpas Portugal

Daniel Lago

A solidariedade para com todas as famílias das vitimas e desde a minha cativa posição, exponho as minhas máximas desculpas, no nome dos bons e generosos, por ter culpado o nosso presidente a Portugal dos lumes na Galiza.   Vou ser tremendamente descarnado desta volta. Vou ser direto e sem voltas retóricas: é insultar de maneira nojenta a confeção do relato que sobre a vaga de lumes florestais o Presidente da Junta da Galiza tem feito neste domingo passado. Um relato cheio de menti…

Daniel Lago
Ler máis

Mulleres e rural

Natalia Lema Otero

Capital, terra e traballo. Eses son os tres piares fundamentais para levar a cabo calquera actividade económica. Sen embargo no factor do traballo non se valorou sempre indistintamente a labor do home e máis da muller. As amas de casa do século pasado, as nosas ascendentes, eran as que levaban aquelas pesadas leiteiras durante quilómetros para a súa venda. Eran esas mesmas mulleres as que ían ás feiras vender ovos, un ben tan prezado por aquel  entón.  E logo, a Historia, ese desv…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Noticias sobre A Costa da Morte, as suas comarcas e os seus concellos: Bergantiños, Soneira, Camariñas, Carballo, Cee, Corcubión, Dumbría, Fisterra, Muxía, Vimianzo, Santa Comba e Zas.
Opinión
Enova Energia
RiXallas 2017
Concello da Laracha
Concello de Mazaricos
Concello de Neda
El candidato ganador: Cómo organizar campañas electorales para ganar unas elecciones (Marketing Político)
OndaHit
En breves

Adiante TV

Opinión

Incendios y oportunistas

Nacho Louro

Sin lugar a dudas lo más triste de esta tragedia medioambiental, es la pérdida de cuatro vidas humanas. Los terroristas ecológicos han sabido aprov…

Nacho Louro
Ler máis

Máximas desculpas Portugal

Daniel Lago

A solidariedade para com todas as famílias das vitimas e desde a minha cativa posição, exponho as minhas máximas desculpas, no nome dos bons e gen…

Daniel Lago
Ler máis

Mulleres e rural

Natalia Lema Otero

Capital, terra e traballo. Eses son os tres piares fundamentais para levar a cabo calquera actividade económica. Sen embargo no factor do traballo no…

Natalia Lema Otero
Ler máis

Conversas na Encrucillada

Usamos cookies propias e de terceiros para mostrar publicidade personalizada segundo a súa navegación. Se continua navegando consideramos que acepta o uso de cookies. OK Máis información